Boletim Mensal – Março de 2016

[vc_section][vc_row][vc_column][vc_row_inner][vc_column_inner][vc_column_text]

Democracia e Participação Popular:
Os Desafios do Mundo Urbano

[/vc_column_text][/vc_column_inner][/vc_row_inner][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column width=”1/2″][vc_single_image image=”1499″ img_size=”full”][/vc_column][vc_column width=”1/2″][vc_column_text]O vereador Anderson Prego e alguns membros que compõem o coletivo do Mandato, participaram do Seminário de abertura do Projeto organizado pela Casa do Trabalhador, em parceria com diversas entidades, intitulado “Democracia e Participação Popular: Os Desafios do Mundo Urbano”. O objetivo do projeto é debater as diferentes formas de intervir na política e qual sua importância na sociedade.
O seminário contou com a presença de aproximadamente 80 pessoas, que assistiram pela manhã a palestra de abertura com o Educador Popular Antenor Lima, que fez um importante resgate histórico sobre as mudanças ocorridas até chegarmos a este modelo atual de sociedade.
Na parte da tarde, os(as) participantes se dividiram em 5 oficinas, que trataram dos temas: Meio Ambiente; Democracia e Mídia; Juventude e Violência; Direito à Cidade; e Democracia e Gênero.
O projeto contará ainda com mais 7 encontros até o final do ano, é gratuito e aberto a todos(as). Maiores informações com Viviane. Fone: (41) 3349-5343.[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][/vc_column][/vc_row][/vc_section][vc_section][vc_row][vc_column][vc_row_inner][vc_column_inner][vc_column_text]

Dia Internacional da Mulher

[/vc_column_text][/vc_column_inner][/vc_row_inner][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column width=”1/2″][vc_single_image image=”1500″ img_size=”full”][/vc_column][vc_column width=”1/2″][vc_column_text]O Conselho Municipal da Mulher de Colombo promoveu no dia 18 de março às 14 horas no auditório da Regional Maracanã um evento alusivo ao Dia Internacional da Mulher, que contou com cerca de 300 pessoas.
A professora Denise Conova explanou sobre o tema a “Violência Contra a Mulher” e Angela Martins, coordenadora da Rede de Mulheres Negras-PR, trabalhou o tema “Violência Contra a Mulher Negra”.
“Queremos levar conhecimento a todas, afinal quanto mais conhecimento e informação menos mulheres se submeterão a está situação”, afirma a Presidente do Conselho Municipal de Colombo, Neusete de Fátima Faria.
A data do dia 08 de março de 1857 é marcada pela morte de 129 operárias que foram carbonizadas, enquanto protestavam por melhores condições de trabalho em uma indústria de NY.
“Então quando esta data é considerada uma comemoração é um tanto equivocada, já que faz memória da morte destas mulheres e de muitas outras que lutam por seus direitos e por igualdade entre homens e mulheres”, afirma Marici Seles, conselheira Municipal da mulher em Colombo.[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][/vc_column][/vc_row][/vc_section][vc_section][vc_row][vc_column][vc_row_inner][vc_column_inner][vc_column_text]

Trabalhadores(as) da Educação estadual fazem paralisação

[/vc_column_text][/vc_column_inner][/vc_row_inner][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column width=”1/2″][vc_single_image image=”1501″ img_size=”full”][/vc_column][vc_column width=”1/2″][vc_column_text]Mais de 10 mil pessoas participaram da manifestação que saiu da Praça Santos Andrade e foi até o Centro Cívico, sede do governo do Estado, para cobrar do governador Beto Richa respostas urgentes para a categoria. Entre as reivindicações, itens ligados ao ensino, como falta de merenda, salas lotadas, desvio de verbas e escola em tempo integral e, também, à carreira dos(as) educadores(as) paranaenses, como a situação de contrato dos(as) professores(as) temporários(as) (chamados PSS); o atraso no pagamento de promoções e progressões e o descumprimento da Lei Nacional do Piso, que determina o valor mínimo a ser pago a cada docente.[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][/vc_column][/vc_row][/vc_section][vc_section][vc_row][vc_column][vc_row_inner][vc_column_inner][vc_column_text]

Anderson Prego participa do Seminário de Cultura de Colombo

[/vc_column_text][/vc_column_inner][/vc_row_inner][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column width=”1/2″][vc_single_image image=”1502″ img_size=”full”][/vc_column][vc_column width=”1/2″][vc_column_text]Mais de 10 mil pessoas participaram da manifestação que saiu da Praça Santos Andrade e foi até o Centro Cívico, sede do governo do Estado, para cobrar do governador Beto Richa respostas urgentes para a categoria. Entre as reivindicações, itens ligados ao ensino, como falta de merenda, salas lotadas, desvio de verbas e escola em tempo integral e, também, à carreira dos(as) educadores(as) paranaenses, como a situação de contrato dos(as) professores(as) temporários(as) (chamados PSS); o atraso no pagamento de promoções e progressões e o descumprimento da Lei Nacional do Piso, que determina o valor mínimo a ser pago a cada docente.[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][/vc_column][/vc_row][/vc_section]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *