Nota de esclarecimento sobre votação da última sessão extraordinária

Devido a uma infecção de alto nível, o vereador Anderson Prego teve que ficar afastado das suas atividades nesta última semana. Na sessão extraordinária, o parlamentar não votou a favor do projeto de Decreto – cuja finalidade é anular a sessão que reprovou as contas de Beti Pavin – como a reportagem da Gazeta do Povo dá a entender, por não citar o não comparecimento do vereador. Se estivesse, o voto seria contra ao Decreto, como já argumentado em notas anteriores.

 

É importante salientar que Anderson Prego foi quem entrou na Justiça, na ação anterior, e garantiu que esse Decreto não fosse votado antes. O parlamentar ainda permanece com a mesma posição em relação ao assunto.

 

Por 

Assessoria de Imprensa

29/03/2013

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *